Meu filho não gosta de escovar os dentes, e agora?

É muito estressante quando isso acontece, mas não podemos ceder! Na verdade, por mais difícil que seja, a saúde dos nossos pequenos deve vir primeiro. Mas o que fazer se meu filho não gosta de escovar os dentes?


É comum que, com o tempo, as obrigações sejam associadas a algo chato e que a criança não queira fazer. Isso envolve parar as brincadeiras para estudar, tomar banho, comer e escovar os dentes. Porém, nós adultos sabemos a importância de fazer tudo isso na hora certa.


A questão é: como ensinar tudo isso a uma criança? Neste artigo, você verá como transformar a hora da escovação em algo prazeroso!

Como incentivar meu filho a escovar os dentes?


Crianças não conseguem entender certas consequências de maneira racional. Ou seja, mostrar os reais impactos da cárie ou do mau hálito não funcionará. Na verdade, isso pode até assustar a criança e afastá-la!


Primeiramente, precisamos entender se existe alguma fonte de dor ou algo físico que o deixe desconfortável durante a escovação. Uma ida ao odontopediatra pode ajudar! Ele saberá lidar com a criança e deixá-la confortável enquanto a examina, assim como fará boas orientações para te ajudar nesses momentos.


Agora sim, vamos ao que interessa! Seguindo essas dicas o seu pequeno vai passar a gostar muito mais de escovar os dentinhos.



Seja exemplo


Esta é uma regra de ouro! Leve-a com você pela sua rotina de cuidados. Se você cuidar correta e tranquilamente de si, seu filho terá mais chances de também o fazer. Mostre sempre a ele como você sempre faz uma limpeza completa, com escova e fio dental, e aproveite para passar um tempo junto a ele.


Falando em rotina


Criar uma rotina para uma criança pode ajudá-la a se sentir mais confortável e confiante nesses momentos. Se ela for pega de surpresa, ou interrompida no meio de sua brincadeira, ela pode associar isso a um momento de chateação.


Assim, é importante fazer a higiene bucal logo após a refeição - antes que a criança inicie qualquer atividade que a distraia. E faça isso junto dela sempre que possível, assim ela não se sente sozinha ou apenas realizando uma obrigação, e sim em um momento com a mamãe ou o papai!


Incentive a autonomia na escovação


Ter uma escova adequada, conforme a recomendação do odontopediatra, é essencial; mas saber usá-la é mais ainda. Não escove com força, seja gentil, mostre à criança que este não precisa ser um momento de desconforto.


A partir da fase de alfabetização, incentive o seu filho a escovar os próprios dentes (mesmo que você precise dar uma caprichada ao final!). Segurar a escova e copiar os seus movimentos de escovação vai incentivá-lo a fazer sozinho e com confiança, em vez de ser forçado a fazer algo.


Outra maneira de incentivar a autonomia é levar a criança na hora de comprar a escova. Deixe-a escolher seus personagens favoritos, o sabor da pasta de dente e permita que ela explore as suas próprias opções.


Faz de conta


Crianças interagem muito melhor com o lúdico. Portanto, com a ajuda de histórias, músicas e brincadeiras esse momento pode se tornar ainda melhor. Quem sabe vocês não criam uma música perfeita para o tempo de escovação e se aproximem ainda mais?


Explicando a cárie para crianças


Como mencionamos anteriormente, crianças menores não conseguem entender racionalmente as consequências da má escovação. No entanto, ao apelar para o lúdico, é possível comunicar a importância de uma boa escovação para sua saúde e bem-estar.


Muitos pais optam por criar uma história sobre como a cárie é o vilão e a escova é o herói, e você também pode começar por aí! Falar que há um bichinho em sua boca e que a limpeza pode derrotá-lo é um poderoso incentivo para proteger os dentinhos.


Ir ao dentista com frequência também é muito importante para esse processo. E para que os pequenos se sintam mais confortáveis, você deve ser exemplo! Ao entender que você também precisa ir sempre ao dentista, ele vai se sentir parte da sua rotina e que isso também é algo que ele precisa fazer.



Conclusão


Lidar com crianças é um processo lento, principalmente quando se trata de desenvolver hábitos saudáveis. Não espere que isso aconteça de um dia para o outro. Mas relaxe, logo isso também se tornará parte da sua rotina e ver o desenvolvimento dele e sua independência vai te dar orgulho!


Se o seu filho não gosta de escovar os dentes, nem tudo está perdido, agora você já sabe como cuidar disso. Busque a ajuda de outros pais e principalmente do odontopediatra! Com ele, você terá sempre um especialista presente e pronto para te ajudar.


Na próxima visita do seu pequeno ao dentista, tenha certeza de tirar todas as suas dúvidas. Não hesite, estamos aqui para te ajudar! Fale agora mesmo com um especialista, clicando aqui.

14 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo